A importância do tratamento nutricional e a melhoria dos resultados para fertilidade!

0
11

A nutrição como parte importante na contribuição para uma saúde fértil!

Mês das mães, já passou e muitas mulheres sonham em receber essa benção, realizar o sonho da maternidade e poder fazer parte desse ciclo maravilhoso e virtuoso e poder comemorar esse dia tão especial. Mas para isso, além de contar com o dom da natureza, também com outra pessoa fundamental para esse processo e estamos no mês dele, o papai! E vários fatores podem colaborar ou até mesmo prejudicar e alterar a probabilidade da realização desse grande sonho. Entre eles a alimentação!
Uma má alimentação pode gerar uma produção baixa de alguns neurotransmissores relacionados ao bem-estar e prazer, e as alterações desta química cerebral podem prejudicar o desempenho sexual e a fertilidade.
O zinco também é de grande importância, por promover a modulação dos níveis do hormônio testosterona e da produção de sêmen.
“Sua deficiência leva à falha na ovulação e na diminuição do desejo sexual, em mulheres, e nos homens pode causar impotência sexual. Os principais alimentos fornecedores de zinco são feijões, lentilhas, nozes, castanhas, sementes de abóbora, cereais integrais e chocolate amargo. A vitamina E, encontrada principalmente no gérmen de trigo e nos óleos vegetais, também participa da produção de hormônios.”

Vitamina E

A vitamina E, é a vitamina escolhida para melhorar o sistema reprodutivo tanto em homens quanto em mulheres. Nas mulheres, a vitamina E melhora a qualidade do muco cervical, aumentando assim as hipóteses de implantação dos óvulos fertilizados. E, além disso, prolonga a vida do esperma dentro da mulher em cerca de 2 dias, de modo a aumentar as chances de fecundação.
Fontes naturais: são os vegetais verdes, como espinafre e brócolis, óleo de germe de trigo, nozes e amêndoas, oliva e óleo de girassol.

Vitamina C

Este excelente antioxidante também auxilia na fertilidade de ambos os sexos, tendo em conta o papel fundamental que desempenha na concepção. Nas mulheres, a vitamina C mantém um equilíbrio adequado do sistema endócrino feminino aumentando a fertilidade, em particular, no caso de mulheres que têm níveis baixos de progesterona.
Também reforça o equilíbrio entre níveis de estrogênio e progesterona. Ensaios clínicos em mulheres provaram que as chances de engravidar dobraram após o tratamento com vitamina C.
Fontes naturais: pode ser encontrada em laranjas, limões, limas, brócolis e tomates.

LEIA  Você costuma perder xixi?

Ácido Fólico

O ácido fólico é uma vitamina essencial tanto durante a pré-concepção e gravidez, pois pode prevenir má formação em seu bebê, incluindo defeitos congênitos associados com o desenvolvimento do cérebro e espinha no bebê. Além disso, esta vitamina promove um aumento da qualidade ovariana, agindo diretamente na fertilidade das mulheres preparando  seu corpo para a gravidez. A suplementação com ácido fólico é fundamental, uma vez que apenas 50% do ácido fólico encontrado na comida ingerida pode ser adequadamente absorvido pelo corpo humano.
Fontes naturais: Incluem espinafre, brócolis, beterraba e aspargos.

A vitamina B6

Vitamina B6 oferece suporte adicional em termos de aumento de fertilidade porque equilibra os níveis hormonais. Vitamina B6 concentra-se principalmente em corrigir os baixos níveis de progesterona de mulheres afetadas pelo defeito da fase lútea . Principalmente mulheres em que a fase lútea não é longa o suficiente para sustentar uma gravidez bem sucedida. A nível de progesterona normal é essencial para manter a gravidez caso contrário, poderia levar a um aborto.
Fontes naturais: Pode ser encontrada na maioria dos legumes, cereais integrais e bananas.

Vitamina B12

A vitamina fundamental para melhorar a fertilidade, a vitamina B12 aumenta a ocorrência de ovulação, sendo B12 também melhora o revestimento interior do útero, criando, assim, um ambiente favorável para a particularmente útil para mulheres que não ovulam com frequência, tornando mais difícil para tentar engravidar. Vitamina implantação dos óvulos fertilizados.
A vitamina B12 é uma das vitaminas que cumprem um papel importante durante o período da gestação, sendo esta essencial para vários processos orgânicos, incluindo para o bom funcionamento do sistema nervoso e para a absorção correta de outros nutrientes ingeridos.
A falta desta vitamina pode causar danos severos ao organismo e levar a situações indesejadas como uma anemia, por exemplo.
A vitamina do complexo B pode ser adicionado à sua ingestão diária, para trazer uma quantidade suficiente de ambas as vitaminas B6 e B12.
Tanto a Vitamina B12, como as outras vitaminas do complexo B, são importantes para manter o metabolismo do sistema nervoso e ajuda na formação de glóbulos vermelhos no sangue e redução dos riscos de danos no DNA.
Fontes naturais: Esta vitamina existe quase exclusivamente em produtos animais, como fígado, carnes, peixes, leite e derivados, atualmente surgem opções vegetarianas e veganas enriquecidas neste nutriente.

LEIA  Psicólogo Online: Porque você deveria fazer

A vitamina D

A vitamina D é essencial para a fertilidade tanto em homens quanto em mulheres. Ela estimula os níveis de estrogênio e progesterona, regula a menstruação e melhora a viabilidade de espermatozóides, reforçando assim um bom resultado.
Além disso, a vitamina D é uma vitamina essencial durante a gravidez, com estudos demonstrando a sua utilização muito eficaz para diminuir o risco de aborto e parto prematuro, bem como o risco de outras complicações da gravidez.
Durante a gravidez, os níveis desta vitamina são ainda mais importantes, uma vez que garantem o correto desenvolvimento dos ossos do bebê e, mais tarde, também dos seus dentes. Além de ter também um papel na fortificação do sistema imunitário, da divisão celular e da saúde óssea da mãe e do feto.
Quando existe uma deficiência desta vitamina na gravidez, a estrutura óssea do bebê pode ficar comprometida. Além disso, a mamãe pode ter uma maior probabilidade de uma diabetes gestacional, parto prematuro ou a pré-eclâmpsia.
Fontes naturais: Além do sol (ativada por ele) no entanto, esta vitamina pode também ser encontrada em alguns alimentos como peixes, ovo, leite, queijo, laranja, fígado de boi, cereais.

Omega-3 e Omega-6 ácidos graxos

Os ácidos graxos como Ômega-3 e Ômega-6 são muito úteis na fertilidade feminina e durante a gravidez. Ter um nível suficiente de ácidos graxos em seu organismo é o que pode impedir a ocorrência de aborto e  parto prematuro.
Fontes naturais: Incluem sementes de linhaça, óleo de peixe, azeite de oliva, óleo de girassol, sementes e nozes e abacate.
Além dessas citadas acima, outras fontes também são importantes para mulher para fertilidade e futura gestação, como alimentos fontes da vitamina B3 como: amendoim; castanha do Pará; levedura; aves; carnes magras; leite; ovos; frutas secas; cereais integrais; brócolis; tomate; cenoura; abacate e batata doce. Fontes de Zinco amêndoas, frutos do mar, assim como ferro, magnésio, e potássio.

Artigo anterior3 Dietas Eficazes para Perder Peso a Longo Prazo
Próximo artigoCID M54 – Dorsalgia
Nutricionista/Administradora/Professora/Pedagoga/Consultora Alimentar/Empreendedora/Coach em Empreendedorismo Criativo -Graduada em Administração pela FSBA-Salvador-Ba -Graduada em Nutrição pela FAN-Feira de Santana-Ba -Pós graduada em Prescrição de Fitoterápico e Suplementação Nutricional Clínica e Esportiva pela Estácio(FIB) -Salvador-Ba -Pós Graduada em Obesidade e Emagrecimento pela W-Pós(AVM)- Feira de Santana-Ba -Mestranda em Desenho Gestão e Direção de Projetos de Cooperação Internacional- Fundação Universitária Iberoamericana da Espanha- FUNIBER- Florianópolis-SC -Docente em Pedagogia-GESFS-Feira de Santana- Ba -Certificação Internacional em Cineantropometria ISAK Nível I- InSulBra -Técnica Administrativa-CEBRAC -Técnica em transações Imobiliárias-CETREB -Trabalha como Administradora -Nutricionista em Clínicas -Nutricionista em atendimento domiciliar pela Nutrição e Saúde-Viva Mais - Proprietária da Paixão na Mesa- Artigos para mesa posta Curso de Relações Humanas, liderança e motivação entre outros como gastronomia funcional, planejamento de cardápio, regras básicas de etiqueta e personal diet e criatividade e inovação. Meu maior foco é o bem estar e a satisfação em fazer do alimento algo prazeroso e saudável de se ver e comer. Focando na importância de se comer e saber comer dando relevância ao que se come. Levando uma nutrição adequada para prevenção de doenças e tornando uma vida mais saudável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here